quarta-feira, 18 de julho de 2018

Prefeitura recebe cobertores doados pela Delegacia Seccional


Parte da Campanha do Agasalho, a ação beneficia famílias necessitadas

Estiveram presentes o delegado Paulo Cézar Hadich; o prefeito Vanderlei Borges de Caravalho; a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Solange Camargo de Carvalho; a escrivã Beatris Monfardini; a diretora municipal de Assistência Social, Eliane Rossi; e a coordenadora do Creas, Carmen Eliza Garcia / Foto: Mirela Borges

Solenidade oficializa a entrega dos cobertores arrecadados / Foto:
Mirela Borges
A Prefeitura de São João da Boa Vista recebeu, na manhã desta quarta-feira, 18, cobertores arrecadados pela Delegacia Seccional. O material integra o estoque da Campanha do Agasalho 2018 e será entregue a famílias cadastradas no Departamento de Assistência Social para receber o benefício.

O evento aconteceu no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e contou com a presença do prefeito Vanderlei Borges de Carvalho, da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Solange Camargo de Carvalho, do delegado seccional Paulo Cezar Junqueira Hadich, da diretora municipal de Assistência Social, Eliane Rossi, da escrivã da Delegacia Seccional, Beatris Monfardini e da coordenadora do Creas, Carmen Eliza Garcia.

Parte do material arrecadado pela Delegacia Seccional para a Campanha
do Agasalho / Foto: Mirela  Borges
“Esta campanha é extremamente importante, pois precisamos atender todos os necessitados, principalmente no frio, pois é algo que sentimos na pele. A entrega dos cobertores é feita até o final de julho, porém sempre há edredons a mais que mantemos para ser entregue na campanha do ano seguinte. A parceria com a Delegacia Seccional foi fundamental para a arrecadação”, conta Solange.

“É gratificante poder ajudar as pessoas que mais precisam. Manteremos esta parceria nos próximos anos”, explica Paulo Cezar. Ao todo, serão entregues 920 edredons, 905 peças de roupas e 60 pares de calçados.

Campanha do Agasalho

A Campanha do Agasalho 2018, iniciada em abril, já arrecadou mais de 20 mil peças de roupas e cerca de 500 pares de calçados, segundo levantamento do Fundo Social de Solidariedade do município.

O número divulgado no dia 15 de junho representa 28% da meta estipulada. A previsão de arrecadação é de aproximadamente 70 mil agasalhos até o final da campanha em 31 de julho. Do total de peças coletadas, mais de 14 mil já foram doadas a famílias cadastradas e pessoas carentes que procuram a Assistência Social.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Prefeitura abre 260 vagas em nove cursos de capacitação

São oportunidades de aprendizado nas áreas de moda e beleza

O Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de São João anuncia 260 vagas para os cursos da Assistência Social no Polo Modas e na Escola de Beleza. Qualquer pessoa a partir dos 18 anos pode se inscrever de 18 a 22 de junho e participar gratuitamente.

Professora orienta alunas do curso de auxiliar de cabeleireiro / Foto: Assessoria

Para se matricular, é preciso levar comprovante de endereço, cópia do RG e do CPF à sede do Polo Regional da Escola de Modas (R. Dr. Teófilo Ribeiro de Andrade, 343 – Centro) de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h30. Telefone: (19) 3633-8623.

Alunas do curso revezam para fazer atividade / Foto: Assessoria
Cursos

Assistente de cabeleireiro: dois meses de duração para duas turmas de 15 pessoas. São três aulas por semana, à tarde ou à noite.

Bordado à máquina: quatro meses de duração para duas turmas de 11 pessoas. Uma aula por semana (às segundas ou quartas-feiras), à tarde.

Bordado em pedraria: quatro meses de duração para uma turma de 10 pessoas. Uma aula por semana (às sextas-feiras), à tarde.

Corte e costura: um ano de duração para duas turmas de 11 pessoas. Uma aula por semana (às quintas-feiras), de manhã ou à tarde.

Decoupage: quatro meses de duração para duas turmas de 15 pessoas. Uma aula por semana (às quartas-feiras), de manhã ou à noite.

Curso de Polo Modas I é um dos mais requisitados / Foto: Assessoria
Patchwork: quatro meses de duração para duas turmas de 15 pessoas. Uma aula por semana – segundas à noite ou sextas à tarde (é necessário saber costurar).

As aulas contam com equipamentos necessários para a prática /
Foto: Assessoria
Polo Modas I (roteiro de corte e costura em tecido plano): quatro meses de duração para quatro turmas de 13 pessoas. Duas aulas por semana (às segundas e quartas-feiras ou às terças e quintas-feiras), à tarde ou à noite.

Malharia: quatro meses de duração para quatro turmas de sete pessoas. Uma aula por semana – segundas à noite, terças à tarde, quartas à noite ou quintas à tarde.

Modelagem: quatro meses de duração para duas turmas de 18 pessoas. Duas aulas por semana – segundas e quartas à tarde ou terças e quintas à noite (é necessário o certificado de conclusão do Polo Modas I).

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Programa Em Dia com a Prefeitura apresenta programa Ressocializar

Nesta edição, o Em Dia com a Prefeitura apresenta o Ressocializar, importante programa executado pelo Departamento de Assistência Social, cujo objetivo é reintegrar pessoas em situação de rua à sociedade. Com a participação de outros departamentos municipais, o Ressocializar agrega ações como o Mutirão Social e Papo com Café. Também é mostrada a parceria com o CAPS-AD e o Albergue Noturno.


sexta-feira, 25 de maio de 2018

Participantes do Benefício de Prestação Continuada devem se cadastrar na Assistência Social


Cadastramento obrigatório dos beneficiários vai até 10 de dezembro

Idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido por LOAS, devem fazer o cadastramento obrigatório até 10 dezembro de 2018.

Os beneficiários serão atendidos nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), localizados nos bairros Recanto do Jaguari e Nova República; Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS), no Pratinha; Escritório de Assistência Social do bairro Santo Antonio; e na sede do Departamento de Assistência Social, no centro da cidade.

Os dados serão inseridos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal. Caso o beneficiário tenha alguma dificuldade de deslocamento, a inscrição pode ser feita por um responsável familiar. Basta apresentar o CPF de todas as pessoas que moram na residência com o beneficiário.

Quem tiver problemas de saúde que impeçam o comparecimento, ou more sozinho, precisa informar o Departamento de Assistência Social para que o cadastramento seja feito presencialmente.

Segundo Eliane Rossi, diretora do Departamento de Assistência Social, “é de extrema importância o cadastramento dos idosos e das pessoas com deficiência no Cadastro Único, pois os beneficiários que não estiverem cadastrados terão seus benefícios suspensos”.

Outras informações:

Departamento de Assistência Social: tel. 3631-0301, CRAS Nova República:3631-0310, CRAS Recanto do Jaguari: 3633-7838, Escritório de Assistência Social do Santo Antonio:3631-4558, Escritório de Assistência Social do Santo Antonio: 3635-6459.